fbpx

Campanha de Doação de Sangue do Torcedor do Avaí Futebol Clube.

2 a 6 de setembro de 2019

Hemosc: Av. Othon Gama D’Eça, 756 – Centro – Florianópolis

Horário: 7:15h às 18:30h

Telefone: (48) 3251.9700

Organização


Apoio

Local

IMPORTANTE DIZER

A doação de sangue é um ato voluntário que pode ajudar a salvar muitas vidas. Em cada doação, uma pessoa doa, no máximo, 450 ml de sangue e essa única doação pode salvar a vida de até quatro pessoas. Vale destacar que, em cerca de um dia, o organismo já repõe a quantidade de sangue que foi retirada na doação.

A coleta é feita por pessoal capacitado e sob supervisão de um médico ou enfermeiro, garantindo o bem estar do doador.

O ambiente deve ser limpo e confortável e o material descartável. Todo o processo da doação de sangue levam em torno de 55 minutos.

Doar sangue não dói, nem prejudica a sua saúde.

ATENÇÃO

TIRE SUAS DÚVIDAS

O QUE É NECESSÁRIO PARA DOAR?

O que é necessário para doar:

  • Ter idade entre 18 e 69 anos, 11 meses e 29 dias;
  • Doadores com idade de 16 e 17 anos de idade, são aceitos para doação mediante a presença e autorização formal dos pais e/ou responsável legal;
  • O limite de idade para primeira doação é de 60 anos;
  • O candidato à doação deve estar em boas condições de saúde, sem feridas ou machucados no corpo;
  • Pesar acima de 50 kg (com desconto de vestimentas);
  • Apresentar documento de identidade com foto, emitido por órgão oficial: RG., carteira profissional, carteira de motorista, etc.
  • Ter repousado bem na noite antes da doação;
  • Evitar o jejum. Fazer refeições leves e não gordurosas, nas 4 horas que antecedem a doação;
  • Evitar uso de bebidas alcoólicas nas últimas 12 horas;
  • Evitar vir acompanhado com crianças, sem acompanhantes.
QUAIS SÃO AS ETAPAS DA DOAÇÃO DE SANGUE?

1º Passo – Recepção e cadastro

  • Apresentação de documento expedido por órgão oficial com foto (RG, CNH, Carteira de Trabalho, etc)
  • Atualização de endereço, trabalho, etc.
  • IMPORTANTE: Dizer que veio para a doação do “SouAvaiano” ou “Avaí”.

2° Passo – Pré-triagem

  • Peso, altura, verificação de pressão arterial, pulso e temperatura;
  • Uma “picadinha” no dedo para verificar seu hematócrito e/ ou hemoglobina;

3° Passo – Entrevista clínica

  • É confidencial e o sigilo é absoluto – confie em seu entrevistador e seja sincero;
  • Você assinará um Termo de Consentimento onde refere ter entendido as informações recebidas, ter respondido com sinceridade ao questionário, concorda com a coleta de sangue e afirma que está ciente de que se houver resultados sorológicos alterados, será chamado pelo serviço de apoio ao doador;

4º Passo – Coleta de sangue

  • Será realizada a coleta de 450 ml ± 45ml e amostras de sangue para exames obrigatórios por lei;

5º Passo – Lanche

  • É fornecido lanche acompanhado por líquidos, para repor o volume retirado na doação. Em casa ou no trabalho continue ingerindo bastante líquido.
QUAIS SÃO OS INTERVALOS ENTRE AS DOAÇÕES?
  • Mulheres: Período de 90 dias/ 03 doações nos últimos 12 meses;
  • Homens: Período de 60 dias/ 04 doações nos últimos 12 meses.
QUEM NÃO PODE DOAR?

Quem tem ou teve as seguintes doenças:

  • Hepatite após os 11 anos de idade;
  • Lepra (Hanseníase);
  • Hipertireoidismo e tireoidite de Hashimoto;
  • Doença auto-imune;
  • Doença de Chagas;
  • AIDS;
  • Problemas cardíacos (necessita avaliação e declaração do seu cardiologista);
  • Diabetes;
  • Câncer.

Outras situações:

  • Fez ou faz uso de algumas drogas ilícitas nos últimos 12 meses;
  • Mantém relações sexuais de risco;
  • Gestantes ou mulheres que amamentam bebês com menos de 12 meses;
  • Teve contato sexual com parceiro ocasional/eventual nos últimos 12 meses.

Serão inaptos por 30 dias os candidatos à doação oriundos dos seguintes estados:

Dengue:

    • Goiás (Aparecida de Goiânia, Goiânia, São Simão, Senador Canedo e Trindade)
    • Minas Gerais (Coronel Fabriciano e Ubá)
    • Paraíba (Baraúna, Coremas e Sossêgo)
    • Rio de Janeiro (Itaboraí)
    • Rio Grande do Norte (Natal)
    • São Paulo (Santo Antônio de Posse)

Febre Amarela:

    • Minas Gerais e São Paulo (todo estado, exceto pessoas vacinadas)

Febre de chikungunya:

    • Bahia (Teixeira de Freitas)
    • Mato Grosso (Brasnorte, Cuiabá e Várzea Grande)
    • Minas Gerais (Belo Oriente, Coronel Fabriciano, Ipatinga e Timóteo)
    • Paraíba (Santa Inês)
    • Rio de Janeiro (Itaboraí, Itaocara e São Gonçalo)

Febre pelo vírus Zika:

  • Bahia (Pé de Serra)
  • Mato Grosso (Nortelândia)
POR QUE DOAR SANGUE?

O sangue é um tecido vivo que circula pelo corpo, essencial à vida.
Todos os dias acontecem centenas de acidentes, cirurgias e queimaduras violentas que exigem transfusão, assim como os portadores de hemofilia, leucemia e anemias.

Além disso, doar sangue é um ato simples, tranquilo e seguro que não provoca risco ou prejuízo à saúde. Se cada pessoa saudável doasse sangue espontaneamente pelo menos duas vezes ao ano, os Hemocentros teriam Hemocomponentes suficiente para atender toda população. O sangue não tem substituto. Por isso a doação espontânea e periódica é fundamental. Uma única doação de sangue pode salvar várias vidas.

Doar sangue é uma atitude necessária, de solidariedade, cidadania e amor.

Lembre-se:

  • Sangue não se fabrica artificialmente;
  • O sangue doado não ultrapassa 10% do volume em circulação no corpo;
  • A quantidade doada é reposta rapidamente;
  • Você só doa novamente se quiser. A doação de sangue não vicia;
  • A doação acontece em ambiente confortável e limpo;
  • O doador é atendido por pessoal capacitado e qualificado para esta função.
QUAIS SÃO OS TIPOS DE DOAÇÃO?

O doador pode candidatar-se a doação de três formas:

  • Doação Espontânea: feita de modo altruísta, como uma atitude solidária com um único interesse: ajudar o próximo.
  • Doação vinculada: feita vinculada á algum paciente*.
  • Doação autóloga: doar para si mesmo.
QUAIS SÃO OS PROCEDIMENTOS APÓS A DOAÇÃO?
  • Não fumar por no mínimo duas horas;
  • Nas 12 horas após a doação, não praticar exercícios físicos e atividades perigosas, como subir em locais altos ou dirigir caminhão, ônibus em rodovias, etc.
  • Permanecer no serviço hemoterápico após a doação por 15 minutos;
  • Não dobrar o braço em que foi realizada a punção no dia da doação, para evitar sangramentos e hematomas;
  • Retirar o curativo 4 horas após a doação.
QUEM DEVE AGUARDAR PARA DOAR SANGUE?

Quem tem ou teve as seguintes doenças:

    • Quem fez algum tipo de procedimento dentário – de 1 a 30 dias (de acordo com o procedimento);
    • Quem recebeu transfusão de sangue e ou parceiros (as) de pacientes que receberam sangue ou fazem hemodiálise – 1 ano;
    • Tatuagem, micropigmentação, maquiagem definitiva e piercing – de 6 meses à 1 ano (passará por avaliação);
    • Piercing em cavidade oral ou região genital – 1 ano após a retirada
    • Tiver algum desses sintomas (gripe, tosse, dor de garganta, rinite, febre, resfriado) – 7 dias após a cura;
    • Diarreia – 1 semana após último episódio;
    • Tiver alguma infecção não tratada ou em tratamento – 15 dias após cura;
    • Herpes labial – após a cicatrização total da lesão;
    • Aborto ou parto normal – 3 meses;
    • Cesárea – 6 meses;
    • Amamentação – liberado quando a criança tiver 1 ano;
    • Cirurgia – pode variar de 1 à 12 meses;
    • Doenças em geral – passará por avaliação na triagem;
    • Vacinação:
    • – Brucelose, Cólera, Coqueluche, Difteria, Febre tifóide, Hemophillus influenzae, Hepatite A, Hepatite B recombinate, HPV, Influenza H1N1, Leptospirose, Meningite, Peste, Pneumoco, Pólio (Salk) e Tétano – 48 horas;

      – BCG, Caxumba, Febre amarela, Influenza, Pólio oral (Sabin), Rubéola, Sarampo, Varicela e Varíola – 4 semanas;
      – Raiva após exposição com animal – 1 ano;
  • Quem fizer uso de medicações (trazer sempre o nome de qualquer medicamento que tenha feito uso);
  • Antibiótico: apto após 15 dias do uso e com cura da infecção;
  • Quem teve convulsão só poderá doar sangue após 3 anos da última crise e término do tratamento medicamentoso.
ORIENTAÇÕES PRELIMINARES AOS DOADORES DE SANGUE
  • Antes da doação você passará por um processo de pré – triagem (verificação de sinais vitais) e uma entrevista individual;
  • Se você estiver com algum problema de saúde ou apresentando sintomas como perda de peso, manchas na pele, caroços pelo corpo (ínguas), feridas na boca, não doe sangue e procure um médico;
  • Se o motivo que o levou a procurar nosso serviço é fazer exames, avise o profissional da entrevista. Você não deve doar sangue para esse fim. Basta procurar pelos Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) mais próximo, nestes locais os exames são gratuitos, os resultados são mais rápidos e não necessita solicitação do médico para realização:

Florianópolis: Av. Rio Branco, 90 – Centro – Telefone: (48) 3952-0107 – Policlínica;

São José: Praça Arnoldo de Souza – Centro Histórico – Fone: (48) 3357 – 6940 – Posto de Saúde;

Campinas: Av. Govenador Jorge Lacerda, 193 – Campinas, – SC, 88101-420 – Telefone (48) 3241-3536;

Barreiros: R. Antônio Schroeder, 88110-401 – Telefone: (48) 3288-4392;

Forquilhinhas: R. Ver. Arthur Manoel Mariano, 1439, 88106-501 – Telefone (48) 3211-7802;

Palhoça: Rua 31 de março – Ponte do Imaruim – Telefone: (48) 3047-5549 – Posto de Saúde;

Biguaçu: Rua Emídio Amorim Veríssimo, 114 – Rio Caveiras – Telefone: (48) 3039-8452.

Videira: Vigilância Epidemiológica – Programa DST/HIV/AIDS e HV – Rua Antônio Ferlin nº 550 – Bairro São Cristóvão – Telefone: (49) 3533-7574;

Jaraguá do Sul: Rua Jorge Czerniewicz, nº 800 – Centro – Telefone: (47) 2106-8300 – Centro de Testagem e Aconselhamento;

Treze Tílias: Unidade Sanitária – Rua Antônio Carlos Konder Reis – Telefone: (49) 3537-0141;

Tangará: Posto de Saúde – Rua Maria de Lurdes Picoli Pizzani, nº105 – Telefone: (49) 3532-1217;

Piratuba: Unidade Sanitária Piratuba – Avenida Dezoito de Fevereiro nº 309 – Telefone: 3553-0212;

Ouro: Unidade de Saúde Ouro – Rua Gov. Jorge Lacerda, nº1209 – Telefone: 3555-5275;

Joaçaba: CTA – Avenida XV de Novembro, nº223 – Telefone: 3521-1555;

Fraiburgo: Programa DST/HIV/AIDS/HV – Rua Vito Pizzeta, nº 77 – Telefone: 3256-4000;

Concórdia: Unidade Sanitária (SAE) – Osvaldo Zandavalli, 162 – Telefone: 3442-2387;

Catanduvas: ESF I – Central – Rua Duque de Caxias, nº 275 – Telefone: 3525-1281;

Curitibanos: Posto de Saúde e Atendimento Eugênio Cavalli – Ambulatório DST e AIDS – Rua Maximiliano de Moraes, nº376 – Telefone: 3245-0789;

Capinzal: Unidade Central – Rua Ernesto Hachmann, nº 435 – Telefone: 3555- 8787;

Campos Novos: PAM – Rua Nereu Ramos, nº 333 – Telefone: 3541-0205;

Caçador: Vigilância Epidemiológica – Rua José Bonifácio, nº 263 – Telefone: 3563-0736;

Lages: Unidade Básica de Saúde Caça e Tiro – Rua Cirilo Vieira Ramos – Bom Jesus. Telefone: 3251-7950;

Lages: Unidade Básica de Saúde Centenário – Rua Visc. de Cairú, S/N. Telefone: (49) 3251-7951;

Lages: Unidade Básica de Saúde Centro – Rua James Robert Amós, S/N. Telefone: (49) 3251-7913;

Lages: Unidade Básica de Saúde Copacabana – Rua Presidente Kenedy, 632.= Telefone: 3251-7963;

Lages: Unidade Básica de Saúde Coral – Rua Campos Sales, 22.Telefone:3251-7940;

Lages: Unidade Básica de Saúde Frei Rogério – Rua João José Godinho, 1868.Telefone:3251-7952;

Lages: Unidade Básica de Saúde Gethal – Rua Pedro Gaspar Fernandes, 139.Telefone: 3251-7932;

Lages: Unidade Básica de Saúde Guarujá – Rua Vera Cruz, 15.Telefone: 3251-7937;

Lages: Unidade Básica de Saúde Habitação – Rua do Guaviju, S/N. Telefone: 3251-7935;

Lages: Unidade Básica de Saúde Penha – Rua Nossa Senhora da Penha, 398.Telefone: 3251-7933;

Lages: Unidade Básica de Saúde Petrópolis – Rua Joinville, 200 .Telefone: 3251-7933;

Lages: Unidade Básica de Saúde Popular – Rua Sebastião Ataíde, S/N. Telefone: 3251-7942;

Lages: Unidade Básica de Saúde Pró-Morar – Rua Engenheiro Paulo Ribeiro, 1045. Telefone: 3251-7964;

Lages: Unidade Básica de Saúde Sagrado/São Cristóvão – Rua Maranhão, S/N. Telefone: 3251-7968;

Lages: Unidade Básica de Saúde Santa Catarina – Rua Max Rogerio Azevedo, 600. Telefone: 3251-7961;

Lages: Unidade Básica de Saúde Santa Helena – Avenida Caldas Júnior, 475.Telefone: 3251-7967;

Lages: Unidade Básica de Saúde Santa Mônica –Rua Esporte Clube Palmeiras, 337. Telefone:3251-7945;

Lages: Unidade Básica de Saúde São Carlos –Rua Hercílio Batista de Oliveira, 129, Bairro Maria Luiza. Telefone: 3251-7973;

Lages: Unidade Básica de Saúde São Francisco – Rua Haeckel de Tavares, 88. Telefone: 3251-7947;

Lages: Unidade Básica de Saúde São José – Avenida II Batalhão Ferroviário, 363, Bairro Conta Dinheiro. Telefone: 3251-7939;

Lages: Unidade Básica de Saúde São Miguel – Rua Bernardo Gonçalves Kuster, 750. Telefone: 3251-7934;

Lages: Unidade Básica de Saúde São Pedro – Rua João Maria Faustino dos Santos, 81.Telefone: (49) 3251-7960;

Lages: Unidade Básica de Saúde Tributo – Rua Ábramo Baú, 520.Telefone: 3251-7936;

Lages: Unidade Básica de Saúde Universitário – Rua Marechal Gama D’ Eça, 47.Telefone: 3251-7949;

Lages: Unidade Básica de Saúde Várzea – Rua Farias de Brito, 410.Telefone: 3251-7938;

Lages: Unidade Básica de Saúde Vila Mariza – Rua Jaci Elias Andrade, 165.Telefone: 3251-7941;

Lages: Unidade Básica de Saúde Vila Nova – Rua Anísio Mortari, 90.Telefone: 3251-7946;

Lages: Vigilância Epidemiológica – Praça Leoberto Leal, 20, Centro. Telefone: 3251-7636 ;

Chapecó: Serviço de Atendimento Especializado HDIA HIV AIDS (SAE)- Rua Borges De Medeiros, 50, Bairro Maria Goretti. Telefone: (49) 3331-2514 ;

Blumenau: Centro de Aconselhamento e Testagem (CTA) – Rua Paraíba, 380 – Victor Konder. Telefone: 3381.6166;

Joinville: Centro de Aconselhamento e Testagem (CTA) – Rua Abdon Batista, nº 172 – Centro. Telefone: 3417-1386;

Joinville: Laboratório Popular – Rua Mario Lobo, 211. Telefone: 3027-7888;

  • Se você for considerado apto para doar serão coletados cerca de 450ml do seu sangue, além da bolsa serão coletadas amostras de sangue para exames.
  • Você realizará a higienização dos braços, com um produto chamado clorexidina, caso você seja alérgico, favor comunicar;
  • O material utilizado para coleta é estéril e descartável, sendo assim, não existe risco nenhum de contrair doenças infecciosas na doação;
  • Serão realizados exames para Hepatite B e C. Sífilis, Doença de Chagas, HIV, HTLV I e II, Tipagem sanguínea e fator RH, pesquisa de anticorpos irregulares.
  • Existem, no entanto, doenças que podem ser transmitidas pelo sangue a quem for recebê-lo, para os quais não são feitos exames, por isso a importância de comunicar qualquer tipo de doença;
  • Mesmo para os exames que são realizados, existe uma chance de dar resultado falso-negativo, ou seja a pessoa tem a doença, ou vírus, e o exame não consegue detectar por um período, logo após a pessoa contrair, chamado de janela imunológica. Por isso, a sinceridade do doador na entrevista é a maior segurança para quem vai receber o sangue;
  • Caso apresente alguma alteração, você será chamado para confirmação de exames (via correio) e receberá orientações da equipe de apoio ao doador de nosso serviço; podem ocorrer resultados duvidosos (inconclusivos), sem que, necessariamente, signifiquem doenças, que serão posteriormente reanalisados;
  • Os resultados positivos para HIV, Hepatite B e C, HTLV I e II, Sífilis e Chagas serão informados à Vigilância Epidemiológica;
  • Você também poderá ser chamado se o paciente que receber o seu sangue apresentar algum problema;
  • Geralmente os doadores não apresentam problemas durante a doação, mas algumas pessoas podem sentir-se mal. Neste caso, diante de qualquer anormalidade avise o profissional que o está atendendo que ele procederá os cuidados necessários para sua pronta recuperação;
  • Apesar de todos os cuidados alguns doadores podem sentir tonturas durante o dia da doação e há o risco de surgir hematomas e dor no local da punção;
  • Você tem o direito de desistir da doação caso não se sinta seguro e não deve doar se considerar que seu sangue pode causar algum problema para quem for recebê-lo;
  • Esclareça todas as suas dúvidas durante a entrevista.
OBSERVE O QUE ACONTECE COM O SANGUE DOADO

Após a coleta, o sangue é separado em seus componentes dentro de 6 a 8 horas, no setor de processamento;

Cada componentes do sangue tem uma finalidade:

  • 1- Glóbulos vermelhos – servem para tratar anemias;
  • 2- Plasma (parte líquida do sangue) – serve para tratar hemorragias. Parte do plasma é encaminhado para indústrias que produzem fatores de coagulação, utilizados para tratar hemofílicos;
  • 3 – Plaquetas – servem para tratar ou evitar sangramentos, e em pessoas que fazem quimioterapia.
PROCESSAMENTO E DISTRIBUIÇÃO

Este setor realiza a separação do sangue em seus componentes para transfusão.
As bolsas coletadas são colocadas numa centrífuga que gira em uma determinada rotação por um período necessário para que o sangue seja separado por densidade e posteriormente fracionado, inicialmente em duas partes: a sólida e a líquida.
Os pacientes recebem somente a parte do sangue (hemocomponentes) que necessitam.

Alguns exemplos: As pessoas com grandes queimaduras precisam de Plasma;
Os hemofílicos, pessoas que tem problemas de coagulação, necessitam de Plasma ou Crioprecipitado;
Os portadores de anemias ou que tiveram hemorragias, recebem Concentrado de Hemácias;

Os portadores de leucemia necessitam de Plaquetas.
Estoque de Hemocomponentes
Após a conclusão e liberação dos exames sorológicos e imunohematológicos, os componentes do sangue são disponibilizados para o estoque. No estoque, que localiza-se no HEMOSC ou hospitais conveniados, os hemocomponentes são armazenados adequadamente, de acordo com a sua classificação e prazo de validade.
Validade dos Hemocomponentes
Concentrado de Hemácias: 35 a 42 dias (temperatura de 2 a 6°C);
Concentrado de Plaquetas: 5 dias (temperatura de 20 a 24°C);
Plasma: 12 meses (temperatura inferior a -20°C);
Crioprecipitado: 12 meses (temperatura inferior a -20°C).
Simultaneamente ao processamento, amostras de sangue são encaminhadas aos laboratórios do hemocentro a fim de serem submetidas aos exames sorológicos e imuno-hematológicos. Os exames atestam a qualidade do sangue e classificam os grupos sanguíneos.

Quando se tratar de doação vinculada a um paciente, é necessário que o paciente tenha o cadastro no HEMOSC para possibilitar o vínculo da doação. Para cadastrar é necessário que ele mesmo, parentes ou pessoa autorizada, por telefone ou pessoalmente, faça o cadastro do paciente com as seguintes informações em mãos: Nº RG e órgão expedidor, CPF, nome completo, data nascimento, naturalidade, escolaridade, ocupação, e-mail, formação, nome pai, mãe e cônjuge se houver, endereço residencial, fones para contato, hospital em que será ou está internado, tipo de procedimento a ser realizada (Cirurgia, transfusão, etc.).

File Management

Safe and Secure Web Hosting & Backups

Mauris dignissim vive

Donec sollicitudin molestie malesuada. Vivamus magna justo, lacinia eget consectetur sed, convallis at tellus. Vivamus magna

Mauris dignissim vive

Donec sollicitudin molestie malesuada. Vivamus magna justo, lacinia eget consectetur sed, convallis at tellus. Vivamus magna

Mauris dignissim vive

Donec sollicitudin molestie malesuada. Vivamus magna justo, lacinia eget consectetur sed, convallis at tellus. Vivamus magna

Talk With an Expert to Get Started Today!

Quisque velit nisi, pretium ut lacinia in, elementum id enim. Cras ultricies ligula sed magna dictum porta. Curabitur arcu erat, accumsan id imperdiet et, porttitor at sem. Cras ultricies ligula sed magna dictum porta.

Easy Setup

One Click Installs

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Nulla pulvinar libero eget enim imperdiet, et finibus tortor tristique. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.

Mauris dignissim viverra mauris non laoreet.

Ut sem odio, rutrum vestibulum nibh et

Vestibulum ante ipsum primis in faucibus orci

Mauris dignissim viverra mauris non laoreet.

What They’re Saying

Customer Testimonials

Your content goes here. Edit or remove this text inline or in the module Content settings. You can also style every aspect of this content in the module Design settings and even apply custom CSS to this text in the module Advanced settings. Jane Smith

Dev Lead, Divi Corner

Your content goes here. Edit or remove this text inline or in the module Content settings. You can also style every aspect of this content in the module Design settings and even apply custom CSS to this text in the module Advanced settings. Dan Greene

IT Director, Monarch Inc.

Your content goes here. Edit or remove this text inline or in the module Content settings. You can also style every aspect of this content in the module Design settings and even apply custom CSS to this text in the module Advanced settings. John Doe

CEO, Extra Space

Satisfaction Guaranteed

24/7 Award Winning Support

Donec rutrum congue leo eget malesuada. Nulla porttitor accumsan tincidunt. Nulla quis lorem ut libero malesuada feugiat. Donec sollicitudin molestie malesuada.

30 Day Money Back Guarantee

Donec rutrum congue leo eget malesuada. Nulla porttitor accumsan tincidunt. Nulla quis lorem ut libero malesuada feugiat. Donec sollicitudin molestie malesuada.

30 Days of Free Hosting

Donec sollicitudin molestie malesuada. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Vestibulum ante ipsum primis in faucibus orci luctus et ultrices posuere cubilia